Ir para o conteúdo
Crianças Planos Odontológicos Saúde Bucal

4 medos que toda criança de até 8 anos tem

Leitura: 5 min
449 visualizações

Medo do escuro, medo da porta do armário entreaberta, medo de dentista. O medo é um mecanismo de defesa inerente ao ser humano, uma forma de nos protegermos dos perigos – ou do que simplesmente não conhecemos.

Nas crianças o medo pode ser causado por trauma, por imaginação fértil ou por influência, ainda que involuntária, dos próprios pais. Cabe a eles, portanto, compreender quais são e buscar meios de ajudar os pequenos a crescerem de forma saudável, tanto física quanto mentalmente.

No entanto, os medos mudam conforme a idade. Por volta dos 8 anos eles já são menos imaginativos e mais calcados na realidade. Esses temores são normais e fazem parte do crescimento emocional. Compreendê-los é fundamental para ajudar a criança a superá-los.

O plano odontológico, por exemplo, facilita o acesso a consultas mais frequentes, criando hábitos saudáveis de higiene bucal e desmistificando a figura do dentista.

Veja agora 4 medos que costumam aparecer nas crianças entre 7 e 8 anos e o que fazer para ajudar na superação.

medos que toda criança tem

1 – Medo do escuro

Também conhecido como nictofobia, o medo do escuro é bastante comum entre crianças dos 2 aos 8 anos. Ele pode surgir devido à imaginação fértil, uma cena vista em um filme, um acontecimento ou por ouvir histórias de terror. Na maior parte das vezes o medo não é do escuro em si, mas sim dos riscos que a criança imagina que se abrigam nas sombras.

Para ajudar a criança, mantenha lanternas ou abajures fraquinhos acesos à noite, reduzindo gradualmente a potência da lâmpada. Mostre os contrastes entre dia e noite, e como o escuro pode ter coisas bacanas, como as estrelas ou jogo de sombras, por exemplo.

2 – Medo do erro

É nessa fase também que aparecem vários medos, no fundo, a maioria deles relacionado à escola. É o medo do erro: do fracasso, de ser esquecido no colégio, de chegar atrasado, de ficar doente, de perder alguém querido.

Dessa forma, esses medos apenas mostram a percepção da criança em relação ao meio e às cobranças impostas. É comum haver muitas perguntas, algumas repetitivas e insistentes. É preciso paciência, passando tranquilidade para o pequeno com respostas seguras e sinceras.

3 – Medo da porta do armário entreaberta

Velhos ditados acabam sendo passados de geração em geração. Sapato de cabeça para baixo e mãe fica doente, monstros saem do armário durante a noite se a porta ficar aberta, a própria cuca vem pegar a criança que demora para dormir, etc.

Assim, inconscientemente, a tendência é repetir para os filhos o que se ouviu na infância. Com isso, acabamos incutindo mais temores aos pequenos. Mesmo evitando passar esses conceitos, a própria criança pode desenvolver temores baseados em algum conteúdo que tenha visto ou ouvido.

Então procure brincar com eles. Faça uma “caça” aos monstros bem engraçada, sempre conversando com a criança de que eles não existem. Outra saída é fazer um repelente, com uma garrafa d’água cheia de brilhos e cores, para “proteger” seu filhote durante a noite. Assim ele se sentirá seguro e gradativamente vai ganhando mais confiança em si mesmo.

medos que toda criança tem

4 – Medo de dentista

Os dentistas, assim como os médicos, são associados a estar doente. São remédios, agulhas, barulhinho do motor. Para a criança, ambos acabam sendo sinônimo de dor e de coisa ruim.

Além disso,como as consultas sempre foram caras, era comum deixar para ir ao dentista apenas em último caso. Aproveite então a facilidade de acesso dos planos odontológicos para tirar essa impressão da criança.

Assim, leve-a com mais frequência para fazer trabalhos preventivos, como fluoretação e limpeza. Escolha profissionais especializados, os odontopediatras, que têm mais sensibilidade para tratar dos pequenos.

Mostre que a ida ao dentista pode ser uma coisa boa e divertida. Transforme os hábitos de saúde bucal em uma grande brincadeira.

Seu filho ainda não têm um plano odontológico infantil? Converse com um vendedor e descubra os planos voltados especialmente para as crianças!

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: