Ir para o conteúdo
Planos Odontológicos Saúde Bucal

5 certezas sobre saúde bucal na gestação

Leitura: 4 min
438 visualizações

Os meses de gravidez são uma época de transformações profundas no corpo da mulher. É quando o organismo se desdobra em algumas funções para preparar a nova vida, como na produção de hormônios. Esse aumento considerável é apenas um dos fatores que influenciam diretamente a saúde bucal na gestação.

Por isso, um acompanhamento de qualidade é fundamental para evitar problemas futuros. Um bom plano odontológico pode diagnosticar precocemente e tratar possíveis deficiências antes que interfiram na saúde da mulher.

Veja algora 5 motivos para redobrar a atenção com a saúde bucal na gestação e entenda como o plano odontológico pode ajudar.

1 -Falta de saúde bucal na gestação está relacionada a nascimentos prematuros

São cada vez maiores as evidências que relacionam a falta de saúde bucal na gestação com recém-nascidos prematuros ou com peso abaixo do ideal.

Apesar dos estudos ainda inconclusivos, especula-se uma ligação entre as enfermidades gengivais e os fluidos biológicos que estimulam o trabalho de parto.

5 certezas sobre saúde bucal na gestação
Saúde bucal na gestação

2 – Alterações hormonais reagem às placas bacterianas

Os altos níveis de progesterona também interferem na saúde bucal na gestação. O hormônio entra em reação com a placa bacteriana causando vermelhidão e inchaço na gengiva.

A reação pode variar de uma mulher para outra, sendo mais forte em gengivas mais sensíveis. Procure usar um fio dental bem suave ou escova interdental e converse com seu dentista sobre isso.

3 – Mais ingestão de açúcar aumenta o índice de cáries

A saúde bucal na gestação também pode ser prejudicada pela maior frequência da alimentação.

Grávidas tendem a comer e a beber líquidos mais vezes durante o dia, aumentando a quantidade de açúcar ingerida.

Com isso, aumenta também o índice de cáries entre as gestantes. Usar sempre o fio dental e uma escova sônica ajudam a reverter o quadro.

4 – Nem toda gestação gera cárie e perda de dentes

Há um mito antigo de que gestantes perdem cálcio durante a gravidez porque divide com o bebê o mineral.

Isso não acontece porque o cálcio necessário para a formação dos ossos e dos dentes do bebê vem da alimentação da mãe, não de seus dentes.

Dessa forma, a mulher que tem uma alimentação saudável na gravidez , baseada não apenas em cálcio, mas também zinco, ácido fólico, potássio, ferro, cobre, fósforo, magnésio e sódio mantém a saúde bucal na gestação e também o bom desenvolvimento do seu filhote.

Saúde bucal na gestação
Saúde bucal na gestação

5 – Gestantes que usam aparelho ortodôntico devem redobrar os cuidados

O aparelho ortodôntico facilita o acúmulo de restinhos de comida, favorecendo o aparecimento de placa bacteriana. Por isso, nesse caso é preciso atenção redobrada à saúde bucal a gestação, inclusive com escovas especiais, como as interdentais.

Por isso, também, a frequência de consultas ao dentista deve ser maior nas grávidas que usam aparelho. Pelo plano odontológico você tem consultas ilimitadas, para cuidar da sua saúde bucal na gestação com os melhores profissionais.

Siga corretamente as orientações do especialista e mantenha uma alimentação saudável. Assim você reduz os riscos de problemas bucais e também ajuda seu bebê a nascer mais saudável.

Não tem ainda um plano odontológico? Se você já está grávida, sempre há tempo: o melhor período para iniciar um tratamento odontológico é entre o 4º e 6º mês de gravidez.

O primeiro trimestre não costuma ser recomendado porque é a época de formação da cabeça e dos membros do feto, que ainda está muito suscetível à ação de medicamentos.

Converse com um vendedor especializado e encontre o plano odontológico perfeito para você!

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: