Ir para o conteúdo
Planos Odontológicos

Prótese dentária: Como economizar ao contratar

Leitura: 9 min
1210 visualizações

Quando se fala na falta de dentes, é preciso pensar nos problemas que isso acarreta na mastigação e, consequentemente, na digestão, na fala e até na respiração. Há ainda incômodo estético, baixa autoestima, desajustes sociais, falta de ambientação no trabalho e até isolamento íntimo. Assim, a ausência de um ou mais dentes pode causar efeitos também emocionais.

Para contornar a situação, a indicação é fazer o tratamento com um dos tipos de prótese dentária. Mas será que é necessário gastar pequenas fortunas no dentista para sorrir com segurança e voltar a ter qualidade de vida?

Muitos pacientes não sabem, mas poderiam economizar muito nesse e em outros procedimentos com um plano odontológico. Confira nosso post e descubra como isso é possível!

O que é prótese dentária?

É um dispositivo que tem o objetivo de substituir a ausência de um ou de todos os dentes. Desse modo, pode ser total ou parcial, removível ou não. Com a prótese, a pessoa volta a ter qualidade de vida, já que passa a mastigar, falar e respirar normalmente.

Além disso, esse tratamento de reabilitação oral traz ganhos em sua aparência, com um sorriso mais bonito. Consequentemente, melhora a autoestima, ao proporcionar mais confiança e segurança à vida pessoal e profissional.

Quais são os tipos existentes?

Existem diferentes tipos de prótese dentária, direcionados para cada caso de perda dentária. Elas podem apresentar variações de preço segundo o material, a tecnologia envolvida e os benefícios que traz ao paciente. Veja a seguir as opções existentes.

Prótese total removível

A conhecida dentadura, feita em resina, indicada para quem perdeu todos os dentes. Atualmente, essas peças são confeccionadas de modo a deixar o sorriso do paciente o mais natural possível em relação à coloração e ao posicionamento dos dentes.

Prótese parcial removível

Para pacientes que ainda têm dentes remanescentes esse é o procedimento indicado. Trata-se de uma estrutura metálica com grampos, que fica apoiada nesses dentes.

Coroa

Um dos tipos de prótese dentária para quem precisa fazer a reposição de um só dente. É uma peça de porcelana ou resina com as mesmas características funcionais e estéticas de um dente natural.

Prótese protocolo

Indicada para pacientes que perderam vários dentes, mas não querem utilizar as próteses móveis. É um dispositivo que fica fixo sobre quatro a oito implantes e só pode ser retirado pelo dentista.

Prótese overdenture

Também é um tipo de prótese sobre implante: fica encaixada sobre dois ou quatro implantes, mas pode ser retirada pelo paciente para a higienização mais completa.

Como escolher a melhor opção?

Como você viu, há vários tipos de prótese dentária, com materiais e formatos diferentes. Cada um procura suprir uma necessidade e abranger determinado público. Dessa forma, a melhor opção depende de múltiplos fatores, como o número de dentes que serão colocados, a estrutura óssea e até o tipo de apoio que já existe no local.

O recomendado é passar pela avaliação do dentista, que mostrará as opções mais indicadas para cada caso.

Quais cuidados é preciso ter com essa peça?

Muitas pessoas pensam que, como a prótese dentária está substituindo um dente natural, não há com o que se preocupar. Mas, na verdade, é importante ter muito cuidado com a higienização desse peça para que os restos de alimentos retidos não contribuam para o aparecimento de bactérias, o que pode trazer problemas de saúde bucal.

Outra questão em relação às próteses removíveis é verificar se o encaixe está correto para não causar desconfortos e machucados na boca. Dessa maneira, o ideal é fazer o acompanhamento periódico no dentista para que ele avalie as condições de saúde bucal em geral, o estado da prótese e faça ajustes na peça ou recomende sua substituição, caso necessário.

Quanto custa uma prótese dentária?

Como vimos, a prótese dentária pode variar bastante de material e formato. De forma geral, no entanto, é difícil encontrar uma coroa de porcelana por menos de R$1 mil; uma prótese total inferior ou superior (dentadura) por menos de R$1,5 mil; e uma coroa provisória em acrílico por R$129,00.

Mas nem é preciso ir tão longe: a manutenção da prótese dentária também é cara. Para se ter uma ideia, a simples cimentação da coroa custa, em média, R$66,00; um conserto simples, R$185,00; e um mero ponto de solda em prótese metálica, R$252,00.

Qual a cobertura mínima de prótese dentária determinada pela ANS?

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determina coberturas mínimas para os planos odontológicos. Em relação ao tratamento com prótese dentária, devem constar em todos os planos, mesmo os mais básicos os seguintes tratamentos:

  • reabilitação com coroa de acetato, aço ou policarbonato (com diretriz de utilização);
  • reabilitação com coroa total de cerômetro unitária, incluindo a peça protética (com diretriz de utilização);
  • reabilitação com coroa total metálica unitária, incluindo a peça protética (com diretriz de utilização);
  • reabilitação com núcleo metálico fundido/núcleo pré-fabricado, incluindo a peça protética (com diretriz de utilização);
  • reabilitação com restauração metálica fundida (RMF) unitária, incluindo a peça protética (com diretriz de utilização).

No entanto, esses são apenas os procedimentos mínimos exigidos pela ANS para a cobertura de prótese dentária nos planos odontológicos. A maioria deles estende o rol com a inclusão de outros itens.

Quanto custa o plano odontológico?

Se você quer fazer o procedimento com um dos tipos de prótese dentária, deve conhecer os custos de um plano odontológico. Por exemplo, o Bradesco Dental, que é considerado um dos melhores do mercado, custa R$46,50 por mês, sendo que esse valor é para o Bradesco Ideal, aquele que abrange toda a família. O plano cobre prótese simples, sem carência. Mas ainda há planos mais completos por valor ligeiramente mais alto.

A Amil Dental também é outra empresa que oferece um excelente custo-benefício, com planos odontológicos a partir de R$46,50, individual ou familiar. Conta ainda com a opção de pagamento pelo cartão de crédito, com redução da carência para apenas 24 horas.

Inclusive, a Amil conta com um plano especial para prótese, o Dental Win Prótese. Como diferenciais, ele oferece cobertura de prótese total (dentaduras), prótese parcial removível provisória ou com grampo (ponte removível), placa miorrelaxante, documentação ortodôndica básica e clareamento dental. Tudo por apenas R$115,00 por mês.

Olha que só citamos dois dos melhores planos odontológicos do mercado, os quais, ainda, têm opções para empresas, o que pode baratear ainda mais os custos.

Agora que você conhece os tipos de prótese dentária, viu que há opções para diferentes casos de perda de dentes. Se você precisa passar por esse tratamento, pode ficar tranquilo, pois, ao utilizar um plano odontológico, os custos com esse procedimento serão baixos. Você voltará a ter qualidade de vida e sorrir com segurança sem desequilibrar seu orçamento.

Gostou do nosso post? Quer saber mais sobre as vantagens de contar com um plano odontológico? Então, entre em contato com a Bannet e descubra como manter sua saúde bucal em dia pagando pouco por mês!

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: